Blog

Produzimos, organizamos e distribuímos conhecimento para o seu negócio obter os melhores resultados da Internet

Joana Reichert
Por Joana Reichert
Formação: Jornalista especializada em Comunicação e Marketing
E-commerce / Supermercado 08:47 - 03 de Agosto de 2017

Giro de estoque no E-commerce: Como desencalhar produtos do seu supermercado

A função primordial do estoque no e-commerce é regular as vendas e garantir que o que está sendo ofertado seja entregue. E por isso, é importante mostrar apenas os produtos disponíveis.

Saber comprar certo e na quantidade certa é uma das tarefas de quem gerencia um e-commerce. Isso porque tanto comprar de menos como comprar a mais, pode prejudicar a loja.

A atenção deve ser maior quando o estoque da loja física é compartilhado com o do site. Cuidado para não colocar o estoque inteiro na internet, e correr o risco de vender virtualmente um produto que já foi vendido na loja física.

Observe também a variedade de produtos e o número disponível de um mesmo item, e não coloque uma quantidade muito pequena de itens à venda.

Se houver apenas uma unidade de algum produto que foi divulgado, vários clientes interessados não poderão adquirir a peça, você terá investido em publicidade e não terá retorno financeiro.

No caso dos produtos perecíveis, eles devem sempre ser organizados no estoque conforme a validade para que seja vendido aquele que vencer primeiro.

Controlar bem o estoque significa saber quais são os produtos que mais vendem, quais os períodos de maior saída, os produtos mais rentáveis e aqueles que estão parados há um bom tempo.

Sempre deve haver um equilíbrio entre demanda e oferta de produtos, considerando até mesmo margens de segurança para evitar problemas. Com isso, girar os produtos para que possa novamente investir em itens de maior saída faz com que a empresa tenha maior fluidez em seu caixa e possa ter maiores ganhos.

Algumas dicas importantes para que o produto saia do estoque e de espaço para aqueles de maior saída são fazer promoções, pois diminuindo o preço o consumidor é mais facilmente atraído para a compra. Além disso, também aproveitar datas especiais aliadas a campanhas criativas. Ofereça kits mesclando aqueles produtos com uma boa saída com os parados no estoque. Mas é preciso tomar cuidado para não colocar produtos defeituosos ou algo que gere algum transtorno para o cliente. O uso de cupons de desconto também é uma ótima forma de renovar o estoque.

Muitas vezes a venda pode não estar acontecendo porque alguns produtos não têm uma exposição adequada. Uma categoria diferente, divulgação inadequada, investimento na exposição, podem ser alguns problemas que façam com que aquele produto não tenha saída.

O principal motivo do cancelamento de compras é o atraso na entrega dos produtos. O problema normalmente ocorre por má gestão da logística interna. Para que não aconteça esse tipo de falha no comércio eletrônico, é necessário ter controle sobre os processos de alocação, de propriedade e de organização das mercadorias.

E para o melhor controle, trabalhe com um estoque de segurança ou estoque mínimo. É o estoque mínimo de produtos que deve ter e que seja possível identificar o tempo de reposição. E que também de o tempo de acionar o fornecedor, a mercadoria ser entregue antes que fique sem produtos na loja.

E quando as vendas começam a aumentar muito, controlar o estoque pode começar a se tornar uma dificuldade. Com o crescimento das vendas, a complexidade operacional aumenta, e o empresário pode adotar um sistema para auxilia no gerenciamento. Esses sistemas ajudam a coletar informações importantes como: produtos mais vendidos, falta de produtos, produtos mais rentáveis, estoque mínimo, entre outras informações gerenciais importantes.

Fontes: Ciclo Agência Digital e Sebrae

Comentar Clique aqui para deixar seu comentário
Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da DB'links.
Conte-nos sobre suas ideias de projeto, ou diga-nos um olá.