Blog

Produzimos, organizamos e distribuímos conhecimento para o seu negócio obter os melhores resultados da Internet

Joana Reichert
Por Joana Reichert
Formação: Jornalista especializada em Comunicação e Marketing
E-commerce / Marketing Digital / Supermercado 14:30 - 08 de Junho de 2017

Mundo moderno: vantagens e desafios do supermercado delivery

É certo que para atrair clientes à empresa deve se preocupar com o investimento no mundo das mídias sociais, das tecnologias e da internet.

Este mundo moderno onde todos nós somos diariamente atraídos pelos anúncios e pelas chamadas criativas tem espaço para todos, mas apesar das facilidades que a tecnologia trouxe para os empresários, estar atento a tudo isso e acompanhar as novidades também acaba se tornando um desafio.

A partir do momento que o empresário decide investir no comércio eletrônico, está dando um grande passo para ampliar a visão e chamar a atenção dos clientes para seus produtos ou serviços, e consequentemente para o crescimento de sua empresa.

Ao mesmo tempo em que a implantação das vendas pela internet se torna cada vez mais acessível aos empresários, facilitando a sua relação com os consumidores, o e-commerce também desafia os empreendedores a buscar aperfeiçoamento constante, e principalmente, a atenção às necessidades e as mudanças de comportamento dos clientes e do próprio mercado.

As vantagens são óbvias: um negócio mais dinâmico e interessante, economia de tempo e maior otimização. Além disso, o investimento na loja virtual é mais simples, quando comparado ao investimento para começar uma loja física. Mas o primeiro, e talvez maior desafio, é que a criação de loja online não garante que clientes vão aparecer do nada. A concorrência é bastante acirrada, considerando a quantidade de sites criados a cada dia.

Listamos as principais vantagens e também desafios do supermercado virtual, e dos comércios eletrônicos como um todo:

Flexibilidade e agilidade

Uma das maiores vantagens de se ter um e-commerce é a conveniência de poder fazê-lo funcionar a partir de qualquer lugar, inclusive do conforto da própria casa. A agilidade desde a concepção da ideia até a execução dela é muito grande. Além disso, quando a loja está no ar, ela funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Baixo custo

Antes de existir a internet, começar um negócio era algo extremamente caro. Exigia uma pesquisa muito assídua, um risco muito alto e um investimento grande. Hoje em dia, donos de negócios de e-commerce conseguem comprar um domínio e uma hospedagem de site por um valor muito baixo.

Concorrência

Já um dos grandes desafios do e-commerce é a grande concorrência. Há milhares de outros sites que competem pelo mesmo público, no mesmo nicho, vendendo os mesmos produtos. Um novo negócio, grande ou pequeno, pode enfrentar desafios para conquistar uma parte do mercado. E pode levar ainda mais tempo para conquistar a confiança do consumidor, que geralmente não se sente confiante para fazer negócios com vendedores desconhecidos. A melhor estratégia de marketing tende a ser a indicação “boca a boca”, o que prejudica novos negócios em busca de espaço.

Problemas técnicos

É inevitável que surja algum problema técnico no site, em algum momento. Se fosse pessoalmente, o cliente encontraria um jeito de contornar o problema procurando outras formas de pagamento ou busca. Mas, no e-commerce, se der algum erro, não há muito o que fazer até que o problema seja solucionado. Isso implica em menos vendas e perda de confiança.

Já para os consumidores, também há vantagens e desvantagens da compra pela internet. Os pontos positivos de poder comprar sem sair de casa são principalmente:

- maior comodidade na compra do produto ou serviço;

- disponibilidade da loja estar aberta 24 horas por dia;

- acesso a qualquer momento por meio de smartphones ou outros aparelhos com conexão à internet;

- facilidade nas pesquisas comparativas.

E as desvantagens:

- vulnerabilidade de hackers para dados de cartões e senhas bancários;

- compras incorretas em razão da despadronização do tamanho de roupas, de calçados e outros itens do vestuário;

- possíveis atrasos ou danificação do produto durante a entrega.

Cabe ao empresário se preparar, com informação e suporte técnico especializado, e estar atento as tendências, para evitar ao máximo qualquer problema na hora da compra pelo cliente na loja virtual. Tendo uma boa experiência, o consumidor cria o hábito da compra e volta a buscar o site da empresa.

Fontes: SEBRAE e E-commerce Brasil

Comentar Clique aqui para deixar seu comentário
Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da DB'links.
Conte-nos sobre suas ideias de projeto, ou diga-nos um olá.