Blog

Produzimos, organizamos e distribuímos conhecimento para o seu negócio obter os melhores resultados da Internet

Joana Reichert
Por Joana Reichert
Formação: Jornalista especializada em Comunicação e Marketing
E-commerce / Marketing Digital 08:40 - 10 de Julho de 2017

Multi Channel, Cross Channel e Omni Channel: Tudo o que você realmente precisa saber sobre as ações de marketing

O marketing é uma ferramenta fundamental para as empresas de qualquer setor, já que o método tem como função divulgar o nome da marca e engajar seus clientes.

Assim como os consumidores estão presentes em vários canais na internet, a empresa deve ter a sua marca presente em mais de um canal se quiser o crescimento das suas vendas e a sobrevivência no mercado.

Portanto, ter um único canal de venda já não é suficiente. As pessoas estão cada vez mais conectadas e buscam opções. Quando se fala em venda e experiência de compra, existem três principais definições de canais: o Multi Channel, Cross Channel e Omni Channel.

Estas são três modalidades de comércio que têm em comum o fato de contarem com mais de um canal de vendas, porém, não são a mesma coisa. Uma modalidade é a evolução da outra. Entenda a diferença entre eles:

Multi Channel: é qualquer plataforma que trabalhe com mais de um canal. Permite que o consumidor adquira as suas compras na loja física, pelo site e e-commerce, e obtenha respostas da empresa por telefone, e-mail ou aplicativos móveis. Oferecer diferentes canais é dar possibilidades diferentes de compra e pesquisa ao consumidor.

Cross Channel: é uma forma de interação e complemento entre os canais multi channel e cross channel. Mais de um canal é usado para a mesma transação. O cliente pode ler sobre um produto em um catálogo, fazer a pesquisa e a compra online, ou em uma loja física, interagindo através de vários canais, desde a informação até a compra efetiva. Também é possível fazer a compra por um dispositivo e retirar o produto em uma loja física.

Omni Channel: é a utilização de mais de um canal simultaneamente tendo o cliente como o centro do processo. Nesse canal as ofertas são oferecidas ao cliente conforme seus gostos e experiências, identificadas através de histórico de compras, contatos e dados obtidos nas redes sociais ou cadastro de formulário online ou na loja física.

Quando se fala da interação da marca e da empresa com os consumidores, se fala também da atualização constante das tecnologias que permitem, facilitam e expandem essa interação. É uma meta essencial que a empresa conheça o seu público alvo, para a partir disso definir quais canais irá utilizar para interagir. Importante reforçar que os números mostram a crescente utilização dos dispositivos móveis em públicos de todas as idades, e esta é uma ótima dica para qualquer empresa definir em qual canal investir.

Investir em canais, independente qual deles, não se torna necessário somente a partir do momento em que a empresa percebe que precisa expandir sua divulgação ou as suas possibilidades de se comunicar com os clientes ou divulgar seus produtos/serviços, mas também para manter quem já é cliente e consequentemente atrair novos. Escolher o canal certo influencia diretamente no sucesso das vendas.

Os canais que você escolher para o seu negócio devem ser baseados nas suas estratégias de marketing e nos seus objetivos de lucro e de crescimento. Com essas informações, e conhecendo mais sobre os diferentes canais, sua empresa pode se preparar para estar mais presente no mundo virtual, e se tornar mais competitiva frente ao mercado.

E lembre-se, indiferente do canal que a empresa escolher, quanto mais os consumidores forem direcionados para diversos dispositivos e canais, especialmente mobile, melhor será o resultado.

Fontes: Plugcitários e VE Interactive

Comentar Clique aqui para deixar seu comentário
Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da DB'links.
Conte-nos sobre suas ideias de projeto, ou diga-nos um olá.